Gripe Russa

Adicione o texto do seu título aqui

O primeiro surto com registros históricos começou em Bukhara, atual Uzbequistão, e se espalhou com grande rapidez. Em três meses, já passeava pela Europa, Ásia, África e América.

 

gripe russa causou a morte de um milhão a um milhão e meio de pessoas – sendo duzentas a trezentas mil pessoas, somente na Europa – entre 1889 e 1890.

A doença caracterizava-se principalmente por febre e pneumonia, afetando principalmente crianças e adultos jovens.[1] Atualmente acredita-se que tenha sido causada pelo vírus H2N2, dado que as pessoas com maior resistência à Gripe asiática de 1957 (também causada pelo H2N2) foram aquelas que, anteriormente, haviam tido contato com o vírus da gripe russa.[2]

Foi a primeira pandemia detalhadamente documentada, [3] tendo tido seu início em maio de 1889, em Bukhara, no sul do antigo Império Russo (atual Uzbequistão). Alastrou-se pela Rússia em apenas duas semanas, em decorrência da circulação de pessoas ao longo da linha férrea transsiberiana. No mesmo ano, a doença espalhou-se pelo resto da Europa, chegando à América do Norte, em dezembro, e ao Brasil, em fevereiro de 1890, quando um paquete proveniente de Hamburgo (Alemanha) aportou em Salvador. Metade da população de Salvador adoeceu, e, em pouco tempo, a doença atingiu outras cidades do país.