calculator, calculation, insurance

Títulos da dívida pública

Títulos da dívida pública

Na prática, quem investe em títulos da dívida pública por meio do Tesouro Direto se torna credor do Governo Federal. Em outras palavras: você estará emprestando dinheiro ao Governo em troca de uma remuneração (juros), que varia de acordo com o prazo de resgate da aplicação.

A dívida pública abrange empréstimos contraídos pelo Estado junto a
instituições financeiras públicas ou privadas, no mercado financeiro interno ou
externo, bem como junto a empresas, organismos nacionais e internacionais,
pessoas ou outros governos.
A dívida pública federal pode ser formalizada por meio de contratos celebrados
entre as partes, ou por meio da oferta de títulos públicos emitidos pelo Tesouro
Nacional.
Teoricamente, a dívida pública é classificada como dívida interna ou dívida
externa, de acordo com a localização dos seus credores e com a moeda
envolvida nas operações.
Historicamente, é muito importante estudar a evolução dessas duas dívidas de
forma separada.
Porém, atualmente, diante da ausência de restrições ao ingresso e saída de
moedas internacionais no Brasil por meio do sistema bancário – o que
convencionalmente se chama de liberdade de movimentação de capitais –
esses conceitos precisam ser revistos, pois bancos e instituições estrangeiras
são credores da dívida “interna”, da mesma forma que bancos e instituições
brasileiros podem ser credores da dívida “externa”. Além disso, o Brasil tem
emitido títulos da dívida externa em reais. Tais exemplos demonstram que,
atualmente, a natureza de ambas as dívidas – interna e externa – se confunde.
Somando a chamada dívida “interna” com a “externa”, temos o total da dívida
pública brasileira.

Entenda melhor